sábado, 16 de julho de 2011

Solta em sonhos e versos


Solta no pé do vento...
dançando com singelos movimentos,
encantada com o som...
a canção ,poesia do meu dia.
Solto no ar...meu canto,
meu planto,meu andar...
Sou Lua ,sou Sol ,sou Mar.
Bebe de mim se embriaga,
leveza de um toque em minhas mãos,
alma refletida em sentimentos,
pureza e devoção .
Viajo na imensidão dos meus pensamentos,
em sonhos me perco,em amor me encontro.
Sou fera,modesta, envaidecida,mimada,
enlouquecida e desesperada.
Sou...
Perpetuamente ardente,
pela vida me encanto,
verdade que em mim há prantos,
mais sou repleta de encantos.
Vou sorrir...e acreditar em mim,
e no que eu posso sonhar,
viver....amar.
Quero a brisa e o mar,
Ser menina e sonhar...
Deixe -me ser...
Deixe -me sonhar.

Marcia Morais

Blog Marcinha
http://porvocepormim.blogspot.com/
Reformulado e Atualizado.

11 comentários:

Anônimo disse...

Ser,e acontecer,faz parte,
tente ser livre e sonhar de verdade...
cuide-se.Te admiro.

Cristal de uma mulher disse...

Marcinha já andei lendo tuas letras como todos os dias. Sou fã tua tu sabe...

Beijo migona e bua noite e um domingo brilhante

Vivian disse...

...não há presente maior
que podemos nos dar.

o direito de ser o que
se é de verdade.

muitos beijos, lindezura!

Jorge disse...

Bom dia Dona Marcia.
Vim ti ler poesia.
Guardei o blog antigo como recordação.
Tenha um bom domingo.
JC.

manuel marques disse...

E quem sou eu para não a deixar sonhar ? Rsrsrsr.

Lindo,lindo,lindo.

Beijo.

SAM disse...

Querida amiga,


Sensibilidade e beleza nos versos!

Beijos com carinho amiga querida.

ValeriaC disse...

Lindo poema....maravilhoso ser quem é... com toda esta intensidade de viver e amar...
Boa semana querida...beijos
Valéria

Anônimo disse...

Sonhos e ilusões podem nos tomar tempo precioso e causar danos irreversivéis,dos quais não nos libertamos,e ha sempre uma faisca em nos,enfim situações desfavoráveis .

R. R. Barcellos disse...

Cem seguidores! Parabéns, menina! E que belo texto-poema...
Beijo.

Jorge disse...

Nossa,bebi cada palavra.
parabéns poeta pela inspiração.
Saúde e paz.
JC.

Daniel Costa disse...

Marcinha

Que belo poema!...
Onde pareces encanada, uma "fera" terna, mas indomável.
Beijos querida.