sábado, 27 de julho de 2013

Moldada pelo tempo.

Imagem da Google

Fui moldada pelo tempo
não resisti me entreguei ,
levada pela  maré
neste mar que sempre me consolo
mudei meu caminho
mudei minha historia.
Todas as lagrimas secaram
e da dor me cansei,
hoje liberta das minhas angustias
livre dos sentimentos obscuros
e da fixação do ter.
Fixo os meus olhos no que tenho
e no que posso oferecer.
Não há em mim lamentos por ti
enterrei tua voz
e gestos.
Nunca mais ,lembrarei de ti,
fostes um rebento
um mal do qual sobrevivi.

Marcia M.

6 comentários:

valquiria oliveira calado disse...

Muito bom vir aqui e ler-te. Deixo um abraço moça, lembra de mim?

Don Juan disse...

Olá

Marcinha, é uma beleza este TEU espaço, tanto no visual como pelo que escreves...

O teu MAR como fundo é espectacular.

Beijo

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida Marcinha

O tempo passa e as memórias ficam dentro de nós.
Sempre maravilhoso ler-te

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Zilani Célia disse...

OI MARCIA!
EM PRIMEIRO LUGAR, TE AGRADEÇO PELA IDA LÁ NO "SÓ PRA DIZER".
FUI ATÉ TEU QUADRO DE SEGUIDORES E VI QUE JÁ TE SIGO A MAIS TEMPO, SENDO ASSIM TE PARABENIZO PELO BELO TEXTO E ME DESPEÇO.
ABRÇS E VOLTE SEMPRE
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Anne Lieri disse...

Marcinha,que beleza de poesia!Sempre um tema encantador!bjs e bom final de semana,

Toninho disse...

Lindo este poetizar.
Ja estava com saudades daqui.
Que bom que voce apareceu Marcia e que os caminhos não sejam perdidos.
Uma linda semana amiga.
Meu terno abraço de paz e luz.
Bjo.