segunda-feira, 5 de maio de 2014

Ainda sou Amor


Ainda sou o amor,
o amor forte que te desejou
o amor que jamais te abandona
o único que te chama
e que de ti jamais teve valor.
Ainda sou o amor...
que nasceu de um olhar
de uma pequena esperança
de ser tua e de ti jamais me afastar.
Ainda sou o amor que te espera
que vela por ti
sem jamais me enfadar.
Marcia M.

5 comentários:

Ana Bailune disse...

Pois o amor não se cansa de esperar... e acreditar!
belo momento poético!
Bom dia.

Samuel Balbinot disse...

Bom dia Márcia.. sempre seremos partes deste amor do qual fomos feito e temos de lançar universo a fora para que tudo seja só amor.. bjs de bom dia

brisonmattos disse...

Como vc é injusta...Mas sou muito amor também.

Edna Lima disse...

Sempre Amor!
Não é amiga?
Saudades.
Beijos. Edna

Enide Santos disse...

Es o que tem de melhor!
Bjskss