quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Gratidão


Vou sobrevivendo 
a este amor tão meu,
tão solitário.
Vou enchendo o meu coração
de pequenos momentos,
vou agradecendo, por ter amado.
Vou me resignando com o tempo,
esperando pelo momento de encontra-lo (amor)
esperando pelo sonho inacabado.
Marcia M.

2 comentários:

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Marcia.
Gratidão pelo que se viveu e pelo que ainda viverá.
Sempre é bom ter este sentimento, afinal, ele move a vida, assim com o o amor.
Tenha uma semana de paz.
Beijos na alma.

Santa Cruz disse...

Marcia- Muito lindo o poema adorei ler.
Beijos
Santa Cruz