quarta-feira, 3 de outubro de 2012

O Veneno da Rosa- Reedição.


O veneno atingiu o coração lentamente...
a tortura da dor é inevitável,
perde-se a visão...tudo fica escuro,
e não se pode crer ...que tudo se vai sem se perceber.
O veneno atingi o corpo,a alma.
E no momento único de dor...
eu te perdou por me ferir,
mas, não perdou por não entender o quanto sofri.
Veneno da Rosa...
O veneno daquela Rosa paralisa,mas ,não pode matar.

"O único Antídoto é o amor que sinto absoluto dentro de mim."

( 09/06/2011 )
Marcia M.

4 comentários:

manuel marques Arroz disse...

Dá-me veneno para morrer ou sonhos para viver .

Beijo meu.

*Escritora de Artes* disse...

Veneno de amor é o mais perigoso...

Obrigada pela visita

Saudações

R. R. Barcellos disse...

O bálsamo inebriante da rosa é veneno quando destilado pelo espinho que fere, é perfume quando espalhado no ar.

Beijos.

António Jesus Batalha disse...

Encontrei seu blog e é uma honra estar a ver e ler o que escreveu, quero felicitar-vos, pois é um bom blog, sei que irá sempre fazer o melhor, dando-nos boas noticias, e bons temas.
Quero aproveitar a oportunidade para partilhar o meu blog : Peregrino E Servo. Vou ficar muito feliz se tiver a gentileza de fazer uma visita ao meu blog.
PS. Se seguir, fique a saber que irei seguir também seu blog, se o conseguir encontrar.
António Batalha.