sábado, 29 de setembro de 2012

A Saudade


A saudade que habita em mim 
não é de todo ruim...
a saudade tem o poder 
de transformar momentos
cura e renova os sentimentos.

A saudade é doída e sentida
mas,também permanece
deixando viva a semente
do que um dia foi o melhor da vida.

É bom ter saudade
do que foi....do que sentiu...
do que sonhou,do que partiu.

A saudade mantém vivo em nós
o que vivemos e  não foi ruim,
eterniza os sentimentos
coloca cores de vida
em lagrimas contidas
e até faz abrir um sorriso
provando que valeu apena
ter vivido.

A saudade não é de todo inconveniente
ela deixa a gente com a sensação 
de que com o tempo
tudo encontrará o rumo certo
pois se há saudade
é por que houve também 
grandes momentos.

Marcia M.


8 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Há saudades que são boas, que nos fazem sentir bem...
Adorei o teu poema, querida amiga. É muito bom.
Máricia, tem um bom fim de semana.
Beijo.

✿ chica disse...

Linda saudade bem boa essa!!! beijos,ótimo fds!chica

as arteiras disse...

Boa tarde, Márcia!!
Linda definição das saudades!
Pena que é tão doída, machuca demais!
Um bom final de semana prá vc!!
Bjs!!

R. R. Barcellos disse...

A pequenina flor foi-se, mas deixou seu perfume invisível - de nome saudade - para preencher todo o imenso vazio que ficou.

Beijo.

MARILENE disse...

A saudade é prova viva de que tivemos momentos inesquecíveis. Melhor senti-la que não tê-los vivido. Bjs.

José Ramón disse...

Marcia Como siempre es un honor pasar por sus blog gracias por sus visitas feliz domingo

Saludos desde Creatividad e imaginación fotos de José Ramón

Sotnas disse...

Olá Marcia, e que tudo permaneça bem contigo!

Belo escrito, e também uma linda imagem, e os vídeos, tudo por cá sempre belo e encantador, sempre expressando este teu intenso sentir!

A saudade, apesar de por vezes doer, em outras vezes nos faz lembrar o quanto aqueles breves momentos que vivemos tiveram importância em nosso viver!

Grato por tua amizade e visitas eu desejo que tenha em teu viver a felicidade intensa, um enorme abraço e, até mais!

Fernanda Oliveira disse...

Lindo poema, a saudade sempre nos inspira. Bjs!