quarta-feira, 21 de março de 2012

Baú das minhas lembranças


Abrindo o baú das minhas lembranças
encontrei o teu sorriso a mim um dia ofertado,
senti o cheiro do seu perfume,
que o ambiente impregnava.
Deixei me viajar além do tempo
com a saudade que me carregava pelo vento,
lembrei do nosso amor,
das nossas juras eternas,
dos abraços entrelaçados,
dos nossos sonhos e desejos secretos.
Foram tantas as formas de te amar,
que não havia certo ou errado
meu desejo era apenas agradar,
sorrir e sonhar.
Brinquei com os teus carinhos
e com os teus beijos me aninhei em tua boca,
louca,louca,
me entregava ao desejos,
 apaixonada ,leve e solta .
As lembranças me rodeavam como bolhas de sabão
soltas pelo ar,
cada qual estourando ,deixando as lembranças
me tocar.
Chorei...em alguns momentos,
em outros sorri.
Fechei o baú...doeu demais abrir.

Marcia Morais

5 comentários:

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Que lindo recordar Márcia.
s vezes recordar dói por demais, mas o que vale foi o que viveu.
Um abraço e fique com Deus.

Eloah disse...

Querida o que seria do tempo se não fossem as lembranças!
Revivê-las tem seus encantos.Amei teu baú.
Belos dias!Que sejam perfeitos.Bjs Eloah

Segredos no Blog... disse...

Muito lindo!!Parabéns,já estou te seguindo beijinhos.

SONINHA disse...

Recordar coisas boas é ser feliz duas vezes, mas quando dói, é melhor fechar o baú, amiga!!!
Beijinhos!

R. R. Barcellos disse...

Parabéns, Marcia... um de seus melhores textos poéticos.
Beijos.