terça-feira, 22 de maio de 2012

Olhar Atrevido


Meu olhar  te encontrou
quase sem querer,
admirada com tua beleza e alegria
me encantei com teu jeito de ser.
Aos poucos dia a dia
fostes conquistando minha alma
e me deixando desejosa de ter você.
Hoje depois de tanto tempo
ainda meu olhar  é o mesmo
ainda me enlouqueço pelo teu sorriso
e me atrevo a sonhar-te meu.
Todavia não me esqueço 
que os meus olhos
 e os teus se  encontraram
porque a magica do destino
assim nos concedeu.
Tudo que desejo e  observar o teu sorriso
e me perder no teu olhar
ate que os meus olhos novamente encontre os teus
e neles habitem para sempre
e sejam um em um so olhar.
Marcia Morais
.

7 comentários:

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Que lindo Márcia!
Você é uma grande poetisa, gosto muito do seu jeito de escrever...beijinhos

R. R. Barcellos disse...

Você sempre acerta a mão em suas receitas poéticas... e essa ficou deliciosa!

Beijos.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Lindo poema! E o olhar atrevido de quem seria? Não seu né Marcia,..rsrsrs

Sotnas disse...

Olá Márcia, desejo que tudo esteja bem contigo, sempre!

Belos sentimentos teus expressos neste teu escrito com belas e sensíveis palavras sobre este teu nobre sentimento, como sempre encontro por cá, pensamentos escritos com intensidade!

Grato por tuas gentis visitas eu deixo meu desejo que você e todos tenham um viver deveras intenso de felicidade, abraços e até mais!

Eloah disse...

Lindo Marcinha.Você tem candura no olhar e na alma.Encontro de olhares têm a magia do carinho, da sedução e do amor.
Tenha uma semana feliz e abençoada.Bjs Eloah

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, amiga. Um poema romãntico, tal qual a sua natureza.
O olhar diz tantas coisas, refletem se ainda há a beleza do sentimento ou não, ainda que as palavras sejam traiçoeiras, e queiram nos enganar.
Sempre sentimos a diferença de um sentimento.
Muito lindo, talentosa amiga!
Beijos na alma!

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, amiga. Um poema romãntico, tal qual a sua natureza.
O olhar diz tantas coisas, refletem se ainda há a beleza do sentimento ou não, ainda que as palavras sejam traiçoeiras, e queiram nos enganar.
Sempre sentimos a diferença de um sentimento.
Muito lindo, talentosa amiga!
Beijos na alma!