quinta-feira, 9 de junho de 2011

Veneno da Rosa


O veneno  atingiu o coração lentamente...
a tortura da dor é inevitalvél,
perde-se a visão...tudo fica obscuro,
e não se pode crer ...que tudo se vai sem se perceber.
O veneno atingi o corpo,a alma.
E no momento unico de dor,
te perdou por me ferir,
mas, não perdou por não entender o quanto sofri.
Veneno da Rosa...
O veneno daquela Rosa paralisa,mas não pode matar.
O único Antídoto é  o amor que sinto.

Marcia Morais

7 comentários:

Edna Lima disse...

Nada como o amor pra curar o que nos envenena.
Bom dia. Edna

✿ chica disse...

Legal e o amor é lindo e forte!beijos,ótimo fds!chica

Majoli disse...

Oi querida Marcia, o importante é teres esse antídoto, o amor sempre vence tudo.

Linda imagem escolhida por ti, casou perfeitamente com a poesia.

Beijos com carinho e o desejo de uma deliciosa sexta-feira.

Vivian disse...

Bom dia,Marcia!!

E que antídoto maravilhoso!!!
Linda demais a poesia!!!
Adorei!!
Beijos pra ti!

Anne Lieri disse...

O espinho da rosa fere,mas não mata,com certeza!Lindo seu poema de amor e perdão!Bjs,

Cristal de uma mulher disse...

Que lindo Marcia. Quando amamos suportamos oa espinhosminha linda.

Beijs querida amiga

Um brasileiro disse...

oi moça. estive aqui e gostei. muito lindo. apareça por la. abraços.