quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Quase nada


Eu não queria muito...
eu queria quase nada ...
queria você , aqui comigo,
me aquecendo
neste imenso frio ,que consome ,
o meu pobre e vazio coração.
Marcia M.

3 comentários:

lis disse...

Um lindo por-do-sol Marcinha que dá margens a devaneios poéticos como os do seu poeminha,
Linda foto do cabeçalho também.
abraço

Ana Bailune disse...

Mas querer isto é querer o que de melhor há na vida.
abraços.

LUCIENE RROQUES disse...

Bela poesia Marcia, agradeço a visita; tenha uma feliz semana.
um grande abraço!