segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Controle dos sentimentos


Por vezes isto pode parecer estupido,
mas ,é preciso se  frear por dentro,
impor limites aos sentimentos,
para não colher poeiras nem vento.
O desalinho entre  a mente e o coração,
o sentimento e a razão,
pode ser catastrófico,
para pessoas de muita emoção.
Respirar fundo,desacelerar a maquina ,
 parar de correr por dentro,
deixar a mansidão dos dias nos tocar.
Ter um pouco de controle
 dominar o próprio ser
isso nos fará crescer em atitudes que 
serão benéficas para todo o corpo
não somente  para o coração.
Sentimentos em demasiados são como nevoas
que encobrem  tudo o que há de fato
naquela direção.
Marcia M.

2 comentários:

Santa Cruz disse...

Márcio. Lindo o teu poema adorei. Devemos sim sempre nos refrear gostei.
Beijos
Santa Cruz

Nanda Olliveh disse...

Concordo com você amiga Márcia.
Eu estava pensando nisso esses dias.
Precisamos ter moderação, tudo demais enjoa, faz mal...
O equilíbrio é fundamental em nossas vidas.
Porém, quando somos intensas... é difícil achar esse equilíbrio.
Mas não é impossível.

Beijos em seu coração!
Boa noite amiga!