segunda-feira, 2 de abril de 2012

Eu posso...


Eu posso...sorrir em meio a dor
eu posso... dançar em meio ao vento
eu posso... cantar um sonho eterno
eu posso... sentir o que é belo

Eu posso...amar sem permissão
eu posso... viver na ilusão
eu posso... sentir a emoção
eu posso...ser feliz no coração

Eu posso...suportar o infortúnio
eu posso ...superar desagravos e a má intenção
eu posso...ser melhor que sou
eu posso...te dar a mão

Eu posso...me perder e me encontrar
eu posso...rir e chorar
eu posso...morrer de amor,mas so ate você chegar
eu posso...esperar o amor me encontrar

Eu posso...se eu acreditar
eu posso... me reinventar
eu posso ...ir além
eu posso...eu vou...e você vem?

Marcia Morais

Meus versos
aqui:
http://pensador.uol.com.br/colecao/marciamorais/

6 comentários:

Machado de Carlos disse...

Luzes de variadas cores; um caleidoscópio infiltrado na ribalta. Descem, sobem cortinas; a cena será de todos antes do meio-dia!
Aplausos!...

Machado de Carlos disse...

Luzes de variadas cores; um caleidoscópio infiltrado na ribalta. Descem, sobem cortinas; a cena será de todos antes do meio-dia!
Aplausos!...

Vera Lúcia disse...

Oi Márcia,

Tudo podemos quando desejamos e acreditamos.

LINDO seu poema!

Beijos.

José Sousa disse...

Olá querida amiga Marcia!
Cá estou eu de regresso as blogues. Adorei este teu poema, como sempre, muito sentimento da alma!
Vai até ao meu blog:
http://www.congulolundo.blogspot.com

Um beijão minha linda.

Malu disse...

Menina, grata pelo seu carinho. Um grande abraço. Vir aqui é sempre ser brindada com belos pensamentos...

Toninhobira disse...

Como fica lindo este poder,com todas suas opçoes sábias.
Bela construção Marcia de uma bela e reflexiva inspiração.
Meu carinhoso abraço de paz e luz.
Bjo
Uma Feliz Páscoa a voce.